Fechar
Buscar no Site

Autor-confesso da morte de Diogo revela que estava com dois comparsas no Argo Vermelho e fala sobre o roubo do veículo

Raimundo Diniz revelou detalhes do crime

O INFORMANTE obteve mais detalhes sobre a apresentação à Polícia, na tarde desta sexta-feira, 26, pelo advogado Adriano Cunha, do receptador e assaltante Raimundo Cláudio Diniz, autor-confesso do assassinato do publicitário Diogo Adriano Costa Campos, morto com um tiro no pescoço, terça-feira, 16, na Lagoa da Jansen.

O INFORMANTE teve acesso à conversa preliminar que o autor-confesso do crime teve com a Polícia e conseguiu detalhes sobre a dinâmica do assassinato e o roubo do veículo Argo vermelho utilizado no assassinato.

Conforme depoimento de Raimundo Diniz, o Argo foi tomado de assalto no sábado anterior ao crime, na descida do Barramar que dá acesso à Avenida Litorânea, por três pessoas: ele (Diniz), um parceiro conhecido como ‘Gordo’ e um terceiro homem (não identificado por O INFORMANTE). Cláudio Diniz estava no carro dele, um corola branco, em companhia de ‘Gordo’ e do terceiro elemento. Eles abordaram o condutor do Argo e tomaram o veículo de assalto. Na terça-feira, 16, segundo o assassino-confesso, os três estavam no Argo vermelho e passaram em frente ao condomínio do Diogo, que ia saindo de uma vez. Para evitar o choque, Raimundo Diniz disse que desviou e seguiu em frente, sem que tivesse havido qualquer discussão. Ressaltou que as imagens mostram que estava com o vidro fechado e simplesmente seguiu e foi embora. Diogo, então, saiu atrás dos ocupantes do Argo. Em frente ao antigo bar Por Acaso, segundo Diniz, Diogo passou pelo Argo e o trancou. Em seguida, ainda segundo o autor-confesso, desceu do veículo e começou a dar murros no vidro do veículo. Quando o condutor do Argo abriu o vidro, segundo declarou, Diogo começou a xingá-lo e lhe desferiu um soco no peito. No momento que recebeu o soco, Raimundo Diniz disse que pegou a arma de um dos companheiro que estavam no veículo e atirou contra o publicitário, deixando o local em seguida.

A Secretaria da Segurança Pública convocou a imprensa para uma entrevista coletiva, às 15h desta sexta-feira,26, na sede da Delegacia Geral, na Avenida Beira-Mar. Na oportunidade, a Polícia dará todas as informações sobre o caso.

 

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias