Fechar
Buscar no Site

Áreas da educação, ciência e meio ambiente são contempladas com emendas de Eliziane

Foto: Reprodução

As áreas de educação, ciência e tecnologia, meio ambiente, combate às drogas, promoção e defesa dos direitos humanos, turismo e desenvolvimento regional foram contempladas com emendas da senadora Eliziane Gama (CidadaniaMA) no valor total de R$ 3,7
bilhões para o Orçamento da União de 2020.

As indicações feitas pelos parlamentares, comissões e bancadas estaduais ao PLN 19/21 que fixa as receitas e despesas da União para o próximo ano 2022 serão analisadas pela Comissão Mista de Orçamento (CMO). O prazo para apresentar sugestões encerrou dia 16. As 14
comissões temáticas do Senado e do Congresso Nacional, por exemplo, apresentaram, juntas, R$ 29,3 bilhões.

A Comissão de Educação (CE) foi a mais contemplada com emendas da parlamentar maranhense. Ela destinou R$ 950 milhões para apoio à implantação e modernização de infraestrutura para esporte educacional, recreativo e de lazer.

Também indicou R$ 750 milhões para aquisição de veículos para o transporte escolar da Educação Básica. “Nosso objetivo é promover o maior acesso e facilitar a permanência dos estudantes nas escolas, principalmente aqueles que moram na zona rural, para evitar a evasão escolar dessas crianças”, sublinhou.

Para a Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT), a senadora destinou um montante de R$ 800 milhões. Os recursos serão utilizados no fomento à pesquisa e desenvolvimento voltados à inovação, tecnologia e processo produtivo e apoio a iniciativas e projetos de inclusão digital.

“Precisamos colocar recursos pesados nesse setor e promover o desenvolvimento dessa área para colocar nosso país nos
eixos do desenvolvimento. Também é primordial incluir pessoas com vulnerabilidade social e proporcionar a qualificação desses cidadãos
em tecnologias de informação e comunicação”, acentuou.

Outras áreas foram contempladas com emendas da senadora do Cidadania: meio ambiente (R$ 300 milhões), combate às drogas (R$ 100 milhões), promoção e defesa dos direitos humanos (R$ 100 milhões), turismo e desenvolvimento regional (R$ 700 milhões).

Por: Gil Maranhão

O conteúdo d'O INFORMANTE é livre e seus editores não têm ressalvas na reprodução do conteúdo em outros canais, desde que dados os devidos créditos.

mais / Notícias